Defesa Civil orienta população sobre cuidados com raios no verão.

08/02/2017

Estamos no verão, estação das fortes chuvas e tempestades. E, junto com elas, chegam os raios. A previsão climatológica indica que os meses de fevereiro e março, em razão do calor intenso, são os mais críticos de incidência do fenômeno na cidade, principalmente nos finais de tarde. 

Em razão disso, desde o final do ano passado está em vigor o Plano Preventivo da Defesa Civil (PPDC); a Defesa Civil do Município intensifica o trabalho preventivo que é realizado durante todo o ano. O objetivo é alertar os moradores sobre cuidados com as descargas elétricas. 

Em média, são registradas 111 mortes por raios no Brasil a cada ano. O céu escuro com nuvens mais densas indica a chegada de um temporal.  

O que é raio? 

É uma descarga elétrica proveniente de uma nuvem de trovoada. Pode ocorrer sem que haja chuva pela eletrificação causada por colisão de cristais de gelo ou nas nuvens de cinza lançadas por um vulcão. 

Você sabia que a descarga elétrica de um raio corresponde a cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico? Para alertar sobre esse perigo e com o objetivo de proteger a população dos raios, o Governo do Estado realiza durante a  #OperaçãoVerãoSP uma campanha de prevenção, a #PrevineSP. 

Confira abaixo as orientações da Defesa Civil do Estado de São Paulo para se proteger dos raios durante as tempestades: 

 

PROCEDIMENTOS QUANDO HOUVER RAIOS:

·         Evite se abrigar embaixo de árvores, postes e torres de comunicação.

·         Afaste-se de cercas de arame, alambrados e varais.

·         Evite caminhar próximo à linha férrea.

·         Evite subir em telhados para reparos.

·         Durante a chuva, evite mexer em encanamentos metálicos;

·         Evite consertar a rede elétrica, antenas de TV e goteiras em dias de chuva.

·         Não empine pipas em dias nublados ou de chuva.

·         Não jogue bola na chuva, ainda que o campo seja protegido com para-raios.

·         Evite nadar em piscinas, rio e lagos em dias chuvosos.

·         Afaste-se da praia durante a chuva.

·         Afaste-se de estruturas metálicas.

·         Não segure objetos pontiagudos ou metálicos, não pescar em dias de chuvosos, não manusear barras de ferro em obras ou construções.

·         Não fique próximo de tomadas, janelas e portas metálicas.

·         Não utilize telefones ou aparelhos elétricos.

·         Ao pressentir que o raio está próximo, não deite no chão. Agache com os pés juntos e não coloque as mãos no solo.

·         No carro, feche todos os vidros.

·         Evite ficar em locais descampados onde você se torna o ponto mais alto do lugar.

·         Desligue os aparelhos eletrônicos da tomada.

·         Não apanhar frutas em dias chuvosos.

.         Não permaneça em rio, mar, lago ou piscina;

.         Evite tomar banho durante a tempestade. 

Lembre-se de que o para-raios oferece certa proteção somente na estrutura em que está instalado.

Fale somente o necessário no celular, verifique se a bateria não está no fim. Lembre-se, mesmo sem crédito você pode ligar para o corpo de bombeiros e polícia militar.

Evite circular pela cidade em dias de chuvas fortes, saia somente se for extremamente necessário, e evite locais com histórico de enchentes. 

 

PROCEDIMENTOS EM VENDAVAL

· Verifique portas e janelas que podem bater em dias de ventos fortes podendo quebrar vidros e provocar cortes e acidentes.

· Observe as condições do seu telhado, verifique as condições principalmente das calhas e coletores de água que podem entupir.   

· Telhas de fibrocimento ou amianto devem ser fixadas com parafusos, de acordo com a especificação do fabricante.

· Se objetos do telhado começarem a cair, saia de casa e procure um vizinho ou um local mais seguro.

· Observe se não há fios caídos e fique atento com crianças, idosos, pessoas com dificuldades de locomoção e animais. Galhos caídos podem esconder fios energizados. 

Informou a Equipe da Defesa Civil, Portaria Municipal nº 29.047/2014, de 16/06/2014, Lei 3.153/2002 (COMDEC) e regulamentada pelo Decreto nº 10.872/2014.

 

ORIENTAÇÕES E EMERGÊNCIAS (24H):

Corpo de Bombeiros: 193

GCM/ROMU/Defesa Civil: 153/199 

Polícia militar: 190